Guia_2019

SB_Mkt_Geral




Para reduzir o seu endividamento financeiro, Grupo Gerdau, se desfaz de quatro usinas nos EUA

A Gerdau S.A. através de Harley Lorentz Scardoelli , que é seu Vice-Presidente Executivo e Diretor de Relações com Investidores comunicou ao mercado de capitais que concluiu, nesta data, ( 05 de novembro de 2018) a venda de quatro usinas produtoras de vergalhões, assim como unidades de corte e dobra de aço nos Estados Unidos, para a Commercial Metals Company (CMC).

Tal acordo incluiu as usinas de Jacksonville (FL), Knoxville (TN), Rancho Cucamonga (CA) e Sayreville (NJ), assim como todas as unidades de corte e dobra da Gerdau nos Estados Unidos. O valor econômico da transação é de US$ 600 milhões, conforme anunciado em 02 de janeiro de 2018, assim como, aproximadamente, US$ 100 milhões de ajustes estimados no capital de giro. O preço de compra está sujeito a ajustes habituais no valor de aquisição, conforme descrito no Acordo de Compra. O caixa recebido será usado para redução de endividamento.

A Gerdau mantém forte presença na América do Norte, com 13 usinas localizadas nos Estados Unidos e no Canadá e continua como líder de produção de perfis estruturais, barras comerciais e aços especiais, assim como vergalhão.

De acordo com Gustavo Werneck, diretor-presidente da Gerdau, “a conclusão dessa venda representa um importante marco na nossa estratégia de redução de endividamento financeiro e de foco em melhores oportunidades de retorno. Nós aceleraremos o crescimento em segmentos atrativos da América do Norte, um dos nossos principais mercados e continuaremos a servir e criar valor para os clientes dos mercados da construção, equipamento industrial, transporte e energia”.