Banner Superior 2

Banner_Adsense_01

capaGC2017

Guia_2018



Com a nomeação de um novo presidente executivo, profissional que já está na empresa há 13 anos, mas que não faz parte da família, o Grupo passa por profundas mudanças na condução de sua gestão.
Na semana passada em vídeo conferência o atual presidente da Gerdau, André Gerdau Johannpeter comunicou que a partir de janeiro ele e os vice presidentes executivos, Claudio Johannpeter e Guilherme Gerdau Johannpeter se afastam das funções executivas e passam a integrar o Conselho de Administração da corporação. Para a função de André foi definido o diretor executivo da operação Brasil, Gustavo Werneck que está na empresa há 13 anos. Segundo informações divulgadas na vídeo conferência, os executivos irão se dedicar à parte estratégica e no planejamento de longo prazo.
Segundo dados divulgados no site da empresa , a Gerdau
nos três primeiros meses de 2017,auferiu  a receita líquida de R$ 8,5 bilhões, uma redução de 16% em relação ao mesmo período do ano anterior devido ao efeito cambial no período sobre o desempenho das unidades no exterior e à venda das unidades na Espanha. As vendas físicas, por sua vez, alcançaram 3,6 milhões de toneladas de produtos de aço, volume 7% menor frente ao mesmo período do ano anterior. Já a produção de aço, de 4 milhões de toneladas, apresentou 3% de decréscimo.
A Gerdau possui plantas industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano.
A família Gerdau por cinco gerações comandou diretamente ocupando as   funções executivas da empresa e a tornou uma das principais multinacionais brasileiras.