Guia_2019

SB_Mkt_Geral




RESULTADOS MUITO PROMISSORES. PODEMOS ACREDITAR?

Depois de ler as várias reportagens e artigos que apresentamos nesta edição da revista Siderurgia Brasil, principalmente as estatísticas divulgadas, nossos leitores, com certeza, terão a firme convicção de que podemos dividir o ano de 2018 em dois períodos distintos: o "antes" e o "depois" da greve dos caminhoneiros.

Em matéria sobre a produção industrial brasileira, verifica-se que em todos os setores pesquisados – como, por exemplo, o químico, o de plásticos, o de borracha, o setor de siderurgia e metais, o automotivo e o de máquinas e implementos, entre vários outros – fica claro como tal paralisação foi penosa para o nosso país. Mas a resposta veio rapidamente, e a retomada foi mais auspiciosa do que se esperava.

Em nossa especialidade, o Instituto Aço Brasil divulgou que no primeiro semestre o crescimento da produção foi de 2,9% alcançando um total de 17.192 milhões de toneladas, enquanto as vendas internas evoluíram 9,9% no período, alcançando 8.830 milhões de toneladas de aço. Em junho, o setor de distribuição registrou uma alavancagem de mais de 50%, atingindo pouco mais de 307 mil toneladas vendidas. Tal recomeço é elogiável. E esperamos continuar nesse ritmo para desmentirmos os economistas e os institutos que revisaram a previsão de crescimento do PIB para apenas 1% este ano.

Até por conta disso, "recheamos" esta Edição Especial de atrativos, incluindo nela matérias fundamentais para quem atua no campo da siderurgia. Além das estatísticas e comentários sobre crescimento, você verá uma panorâmica perfeita de como anda a indústria siderúrgica brasileira e mundial, vista pelos olhos de vários especialistas em reportagens feitas com absoluta exclusividade para nossos leitores. Nela, também trazemos uma entrevista do novo presidente do Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil, que toma posse agora, no final do mês de agosto, durante a realização do Congresso Aço Brasil 2018, na qual ele fala dos planos gerais de sua gestão para a siderurgia nacional no contexto mundial.

Outro assunto de destaque é uma reportagem sobre o atual momento da política nacional, vista sob a perspectiva do diretor de um dos maiores institutos de tecnologia do Brasil, na qual ele diz o que pensa, o que espera e o que devemos "exigir" dos novos governantes do Brasil. Tudo feito com muito carinho e muita dedicação para você, nosso leitor, que é nossa razão e o alvo principal de todos os nossos esforços e ações.

Por essa razão, por favor, não deixe de manifestar seu ponto de vista sobre os temas tratados e sobre a nossa revista: seus comentários são fundamentais para aprimorarmos ainda mais o nosso conteúdo físico e pela internet, bem como a qualidade de nossas próximas edições.

Boa leitura!

Henrique Pátria

Editor