Banner Superior 2

Banner_Adsense_01

capaGC2017

Guia_2018



Ufa!!!! Acabou o ano de 2017.

Em nossa história recente poucos anos foram tão intensos em alternativas econômicas e políticas como o de 2017, que está chegando ao seu final.

Se de um lado inúmeros foram observados avanços na sociedade brasileira, em vários campos, de outro lado continua extensa a lista de necessidades e prioridades que o cidadão comum terá de enfrentar para se mostrar completamente aliviado.

As boas notícias ficam por conta da recuperação da economia brasileira que já se apresenta consistente e foi objeto de uma matéria que você vai encontrar nas páginas desta edição.

Alguns indicadores mostram que chegamos ao final do ano, com o nível de juros (medido pela Selic) mais baixo da história desde que começaram a ser divulgadas por parte do Banco Central. Também a inflação está sob controle e no último mês de novembro, segundo o IBGE ficou em 0,28% em relação ao mês anterior o que projeta uma inflação anual de 2,8%, portanto abaixo da meta projetada de 3,5%. Por fim as projeções do PIB apontam para algo entre 0,5% a 1%, portanto muito diferente dos -3,6% observados em 2016.

Mas há o lado negativo, pois não passamos nenhuma semana durante todo o ano sem ouvirmos que tal dirigente, ou tal político teve a sua prisão preventiva decretada, ou estava envolvido em maracutaias, corrupção, propinas, desvios e outros inúmeros “malfeitos” sempre a dano do Brasil. E muito do que esperávamos que fosse feito, como reformas fundamentais, não saíram das discussões e das páginas de jornais.

O que mais se houve no Brasil, neste momento é de que precisamos cuidar da “Reconstrução do Brasil”. Há até um movimento com este nome, com direito a ONG, a hashtag na internet, e pronunciamentos diversos sempre com o objetivo de colocar o Brasil nos trilhos.

Nesta última edição, apresentamos uma retrospectiva de como se comportou o ano no setor siderúrgico em 2017, com resumo de matérias e opiniões de especialistas, de economistas, advogados e pessoal que entende de gestão de empresa. Falamos ainda acerca do setor de logística e transportes, de estatísticas e muito mais, sempre no intuito de manter nosso leitor muito bem informado.

Particularmente tivemos duas situações antagônicas que merecem nosso comentário. A primeira foi a infeliz perda do Marcio Machado, nosso colaborador, amigo e um dos pilares na formação da Grips, que precocemente faleceu vitimado pelas consequências nefastas de uma diabetes severa.

E do outro lado a alegria de termos recebido agora em novembro pela terceira vez o “Prêmio Especialistas” escolhido que fomos como um dos três principais jornalistas brasileiros na categoria de Siderurgia e Metalurgia.

Queremos expressar a todos nossos leitores, amigos e colaboradores nossos votos de um feliz e amoroso Natal e o desejo de iniciarem o ano de 2018, com muitas realizações e muito sucesso.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

Henrique Isliker Pátria

Editor